sexta-feira, 11 de novembro de 2011

TEODOLITO

*UM POUCO SOBRE O "TEODOLITO"


Os teodolitos são equipamentos destinados à medição de ângulos, horizontais ou verticais.

O mais usado na engenharia civil é o: Teodolito Eletrônico, que é um dispositivo com ótica de alto rendimento, mecânica de precisão, facilidade de utilização e altíssima confiabilidade.
Normalmente faz parte de um sistema modular que permite adaptar outros equipamentos de medição (distanciômetro ou trena eletrônica) que se adeqüem às suas novas necessidades a um custo reduzido.



Objetivando a determinação dos ângulos internos ou externos de uma poligonal, bem como a posição de determinados detalhes necessários ao levantamento.

O teodolito é posicionado em um ponto de forma que esteja nivelado com o eixo de gravidade do local, mira-se com a luneta para um outro ponto e, então, toma-se sua medida angular.
Precisamos no mínimo das medidas de três pontos diferentes.
Para o cálculo de tais medidas, aplicam-se sistemas de triangulação (método de levantamento baseado na trigonometria).
Através desses dados, podem ser confeccionadas cartas ou plantas topográficas e mapas.
Emprega-se o teodolito em Topografia e Geodésia sendo seu uso também aplicado à engenharia.
Geralmente junto do teodolito é usada uma bússola para medir os ângulos formados pela posição no terreno em que está sendo realizado o levantamento topográfico/geodésico, com a direção do meridiano magnético.


SISTEMA DE EIXOS:
VV : Eixo vertical, principal ou de rotação do teodolito;
ZZ : Eixo de colimação ou linha de visada;
KK : Eixo secundário ou de rotação da luneta.

Atualmente existem diversas marcas e modelos de teodolitos, os quais podem ser classificados em:
- finalidade: topográficos, geodésicos e astronômicos;
- Quanto à forma: ópticos-mecânicos ou eletrônicos;
- Quanto a precisão: A NBR 13133 (ABNT, 1994, p. 6) classifica os teodolitos segundo o desvio padrão de uma direção observada em duas posições da luneta.

Existe três gerações de teodolitos:
o trânsito (mecânico e de leitura externa);
o ótico (prismático e com leitura interna);
e o eletrônico (leitura digital).


Partes do Teodolito



Acessórios

Entre os acessórios mais comuns de um teodolito estão:
o tripé (serve para estacionar o aparelho);
o fio de prumo (serve para posicionar o aparelho exatamente sobre o ponto no terreno);
e a lupa (para leitura dos ângulos).


OBS.: Alguns teodolitos antigos possuíam a bússola acoplada em sua estrutura, como é o caso do teodolito-trânsito.
Era comum existirem bússolas topográficas com os pontos cardeais Leste e Oeste invertidos, pois isso facilitava a leitura do ângulo no seu quadrante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário